Doce em Fava


Se ela pudesse me liquefazer
ela e toda aquela força
com aquela voz rouca
derramando areia ao passar no meu corpo
sua boca
ela e a força bivalente
de seus braços e abraços
um louca com dois lados
aquela que me encanta
a que me desarmou
a ela que me rendi
nela o que vejo
o que nunca serei
ela lunática limpa
lunática cristalina
ela que é verdadeira
num mundo de falsidade
ela que é o impulso
ela é a extensão..
inicio, meio e fim de mim mesmo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Friendship never ends

Colecionadora

Acabado