Confissão

Eu confesso...SIM!
Assassinei uma palavra!
Uma palavra de quatro letras..já tem algum tempo..
Não ..não é amor
É algo com significado único...particular
Algo sonoro e palatável...produz arrepios pelo corpo.
Na realidade poderei dizer que a inventei..de certa forma ela já existia..era mais como uma ação e seu som
Nem ouso pronuncia-la
Na realidade ela vinha morrendo de fome a um certo tempo...foi facil
E agora estou limpando o órgão que ela ocupava..
Abrindo as janelas arejando...
Há um que de ar fresco..algo limpo e puro
Estimadas melhoras..
Mas a palavra?
Não falo ela....tenho medo de fantasmas...eles me assombram a noite

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Friendship never ends

Colecionadora

Acabado