Ardência


Eu não sou você..nem remotamente você faz parte de mim
Embora eu quisera e queira com toda força da minha vontade já abalada
Com a força dos meus braços cansados...das minhas pernas machucadas
De tanto buscá-lo nos lugares perdidos dos meus sonhos..
Preciso apenas libertar meu grito de raiva agônica..
Meu brado de raiva rejeitada..reprimida
O lamento lento de perda inevitável..de partida presumida
Mas no fim sempre preciso de você

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Friendship never ends

Colecionadora

Fada da Floresta